(11) 96782-2355
contato@achilesrodrigues.com.br

Desenvolva sua Inteligência Relacional e dê um salto na carreira e na vida

A Inteligência Racional é a habilidade requerida para identificar talentos em potencial, enquanto a Inteligência Emocional garante promoções e estabilidade, contudo a Inteligência Relacional é transformadora, com o poder de levar pessoas e recursos a um propósito comum, inovador e de resultados incríveis.

Desde os tempos mais remotos, a Inteligência Relacional foi o que possibilitou ao Homo sapiens subjugar as demais espécies. Foi a partir deste viés que nossos ancestrais formaram bandos maiores e mais estáveis.

No livro Sapiens o autor Yuval Noah Harari trata da revolução cognitiva como a forma que possibilitou que os Sapiens vivessem, no entanto, a fofoca: relações sociais comunitárias com base em relações íntimas e no fomento de rumores, foi o que possibilitou aos nossos ancestrais a conquista do planeta, reunindo-se para criar cidades, reinos e impérios.

O QUE É INTELIGÊNCIA RELACIONAL

Daniel Goleman garante que no mundo empresarial, o QI (coeficiente de inteligência) alto consegue um bom emprego. O QE (coeficiente emocional) alto garante promoções. Mas peço permissão para acrescentar, com muita humildade e cautela, que QR (coeficiente relacional) alto revoluciona e garante sustentabilidade para a carreira.

Inteligência Relacional é a arte de transitar em diversos grupos sociais mobilizando pessoas e recursos em favor de um bem comum. É a capacidade de lidar consigo mesmo no controle de suas emoções e uma expressão de amor e respeito pelas relações humanas.

Como uma inteligência, está ligada a ela a capacidade de se comunicar com excelência, influenciar, inspirar e cativar as pessoas. Muito mais do que fazer networking é fazê-lo com objetivo.

POR QUE A INTELIGÊNCIA RELACIONAL É TÃO IMPORTANTE

Como sempre fui um apaixonado pelo tema, e um eterno estudioso do comportamento humano sempre estudei o desenvolvimento dessa inteligência.

Em pesquisa de campo realizada nos últimos 5 anos observei mais de cinco mil pessoas (esse número é tendencioso) em restaurantes, cafés, empresas, praias, happy hours e encontros familiares; constatei que: 99% dos assuntos discutidos nesses ambientes são sobre as relações sociais:

— Ele não soube falar. Achei um absurdo o jeito que ele olhava pra ela. Tudo bem quanto à promoção, mas se mostrou muito júnior no comportamento. Você viu o quanto ele é grosso, não gosto dele como chefe. Ela fala demais. Ninguém gosta de estar com esse cara, e etecetera, etecetera e etecetera…

Mesmo que a pesquisa seja empírica, e sem muito aparato cientifico, sei que você irá concordar com ela. Por quê? Muito simples: essa provavelmente é também sua experiência.

Em todos os momentos pessoas falam sobre outras pessoas: elogiando, criticando, admirando ou apenas por falar. Não quero entrar no mérito se isso é correto ou não, mas testifiquei que esse é um costume social.

Se você deseja ser comprado pelas pessoas, promovido, ou que elas queiram estar a seu lado e  te convidem para eventos, aniversários e reuniões? Desenvolva sua Inteligência Relacional URGENTE.

COMO DESENVOLVER SUA INTELIGÊNCIA RELACIONAL

Muitas sugestões foram dadas anteriormente, contudo irei estruturar abaixo cinco características dessa inteligência.

Veja o que te falta e conquiste o planeta…

1 – TENHA INTERESSE VERDADEIRO NAS PESSOAS

Vivemos em tempos de exagerado Narcisismo e, as redes sociais potencializam esse comportamento. Uma vez que nos “relacionamos” com milhares ou milhões de pessoas, sem contato físico e, a partir da divulgação de nossa imagem e gostos, nossas relações tornam-se frívolas e vazias.

Costumamos transportar este comportamento para o mundo físico, não conseguindo dar a atenção merecida ao outro sem antes cortar sua fala para falar de nossas conquistas, dissabores e desejos.

As mídias sociais e a internet como um todo facilitam as conexões e encurtam distâncias, no entanto, o olho no olho e o aperto de mão são mágicos.

Pratique o interesse genuíno ao se relacionar. Ouça mais do que fala, aprenda a gostar das histórias, elogie sempre as ações positivas e se for solicitado dê seu ponto de vista.

2 – CONECTE-SE COM AS PESSOAS

Se falarmos isso com a geração millennials, a geração da internet, logo eles entenderão que devem se conectar através de uma rede online. Não é isso gente, ou pelo menos não é só isso.

Claro que essa pode ser uma forma de primeira conexão: Facebook, LinkedIn, Instagram, Twitter, WhatsApp. No entanto falo de conectar a mente e os corações através de contato direto.

Passamos anos nos relacionando com gente sem necessariamente nos conectar a elas. Tipo ganhar a confiança manja?

A ideia é ter a pessoa como um amigo que queira dividir uma mesa, um sanduíche, uma garrafa de vinho e até abrir as portas da casa.

Isso é possível desde que você entenda e queira desenvolver uma inteligência relacional. Sem interesses escusos, mas com a ideia de que ninguém é melhor, mais sábio ou mais feliz do que a soma de todos juntos.

3 – COMUNIQUE-SE E SE FAÇA ENTENDER

Os que lideram e ocupam os cargos mais altos da hierarquia são aqueles que se comunicam melhor.

E não basta ter boa oratória somente:

Organização dos pensamentos, poder de síntese, empatia com o ouvinte, autoconhecimento, controle das emoções e conhecimento de causa, são habilidades que devem estar neste pacote.

É bem possível que alguém já nasça com uma pré-disposição a isso, entretanto a transpiração supera a inspiração. Não tenho dúvidas disso. Trabalhe duro e desenvolva a IR.

4 – SEJA UM CAMALEÃO

O Camaleão tem muito a nos ensinar, na vida e na profissão. Ele é conhecido por sua capacidade de se camuflar, mudando a cor da pele para se adaptar a uma situação ou a um ambiente, assim se protege de potenciais predadores, ou, aproxima-se de uma presa para defender seu território.

Isso é chamado cientificamente de mimetismo: Sinônimo de adaptação, capacidade de imitar o ambiente para se confundir com ele.

No mundo como o conhecemos, ou no futuro, vão se destacar aqueles que tiverem em seu gene a capacidade de mutação e camuflagem do “Camaleão”.

Para se relacionar bem, desenvolva a capacidade inata dos Camaleões; a Capacidade de Adaptação ao meio ambiente que estamos inseridos: Trabalho, casa, escola, clube, condomínio ou qualquer outro local.

5 – TENHA EMPATIA

Sabemos que empatia é a habilidade de se colocar no lugar da outra pessoa: sentir as suas dores, olhar pelo seu ponto de vista e, assim, tentar não fazer, nem dizer nada que de alguma forma prejudique-a.

Isso é lindo, mas permita-me ir além:

Gratidão, parceria, colaboração, corporativismo, política, entrosamento; são termos que de alguma forma fazem parte da estrutura do ser empático.

A Inteligência Relacional é a mais revolucionária de todas as inteligências ou a soma delas?

Acredito que seja a soma e, a mais poderosa forma de transformar-se através do contato com o outro e levar pessoas e recursos a um propósito maior e de resultados extraordinários.

Se você deseja conquistar, empreender, inovar, ser promovido, casar, ser popular, ter muitos amigos ou somente conquistar a felicidade? Já sabe o que fazer…

Até a próxima!

Achiles Rodrigues

Written by: Achiles Rodrigues