(11) 96782-2355
contato@achilesrodrigues.com.br
chefe

Você se sente injustiçado no seu trabalho?

Tem a sensação de que ninguém enxerga seu potencial e por isso a tão sonhada promoção nunca chega?

Mesmo sendo um funcionário que entrega as demandas em dia, chega no horário e colabora com todo o time, você não sabe porque isso acontece, mas sente que algo tem te bloqueado amarrando seu crescimento e não sabe exatamente o que é?

Provavelmente você não está sabendo como lidar com seu chefe.

O que é bem comum, afinal, isso não se aprende na faculdade, e pior, não existem muitas literaturas ou cursos para ensinar o liderado a se relacionar, tratar e envolver-se com seu chefe. O contrário sim, e aos montões — para o chefe aprender sobre como liderar, motivar e ser um bom coache, o que não faltam são livros, teses, artigos, posts e cursos .

Você gostaria de aprender a se relacionar de maneira efetiva com o seu chefe e melhorar sua imagem para ascender de vez na carreira?

Se sim, continue lendo esse artigo. Ele irá apontar o caminho…

TESTANDO SEU MINDSET

Que tipo de relacionamento você tem com o seu chefe?

Quando vai tomar um café o convida pra ir junto? Já o abordou em uma segunda-feira perguntando como foi o fim de semana dele ou como está a família? Já perguntou se ele precisa de algum tipo de ajuda, mesmo que de caráter pessoal?

Acha que isso é muito puxa-saquismo?

Será que seu Mindset está certo?

Você tem essa tratativa com pares, com quem está abaixo de você e com pessoas de outros departamentos. Por que não ter com o chefe?

A disputa no ambiente corporativo é acirradíssima, faz-se necessário uma estratégia para crescimento. Se você não tem uma, acabará fazendo parte da estratégia dos outros. Espero que tenha uma estratégia bem definida para chegar aonde sonha!

Dentre muitas coisas, uma boa estratégia pode ser:

Desenvolver-se emocionalmente, adquirir Skills específicos, falar um segundo idioma, ter uma especialização, participar de um novo projeto, buscar mais responsabilidades e o mais importante: conquistar a confiança e o respeito do seu chefe.

Conquistar a confiança e o coração do chefe tem que estar em sua estratégia. Colocada em primeiro lugar se possível — isso não é negociável.

Hoje em dia, o que geralmente se vê é um grande exército de profissionais desiludidos com o sistema e sem estratégia nenhuma. Ou melhor, com a estratégia errada — tecendo críticas ácidas a revelia…

…quem nunca esbarrou em pessoas pelos corredores ou foi  a happy hours e ouviu histórias, estórias e causos sobre chefes “FDP’s” que prejudicam profissionais ignorando quem trabalha duro e promovendo puxa sacos?

Se você é uma dessas pessoas, como espera resolver isso?

Procurando outro emprego? Reclamando nos corredores? Tentando depreciar a imagem do chefe? Pedindo a conta? Ou vai aprender como lidar com a situação, se relacionar melhor e ser parceiro do cara que manda?

O tema é quente e polêmico, eu sei! Mas agora que já começamos, vamos ajustar esse Mindset. Aperta o cinto ai…

QUEM É O CHEFE

O chefe é o cara que está no fogo cruzado entre contratante e contratado. Responsável por desenvolver a equipe, entregar os resultados, medir as febres, as performances, tomar decisões de curto, médio e longo prazo, instruir cada integrante do time, supervisionar os trabalhos, dar feedback…

É pouco ou quer mais?

É o que influência as decisões, o ponto de contato, o que eleva a moral (ou deveria), que acompanha o resultado — o gerente que manda na zorra toda.

Vai querer esse cara como seu inimigo?

A palavra chefe vem do francês chef, do latim caput que quer dizer cabeça ou parte superior. Todo mundo tem um chefe. Todos, em maior ou menor escala recebem ordens de alguém.

COMO SE FABRICA UM CHEFE

Desde os tempos mais remotos, os indivíduos que traziam mais comida para suas tribos assumiam as posições de liderança no grupo.

Hoje em dia nas empresas a lógica para alçar o indivíduo ao cargo de liderança segue mais ou menos o mesmo viés (falo no geral tá! Não vamos tratar aqui das anomalias).

Se seu chefe chegou à posição que está, não é qualquer um. Tem qualidades. É inteligente e sagaz. Não o subestime. O cara entregou resultado em algum momento.

Aliás, essa é uma característica de uma excelente liderança: a entrega de resultados. Líder que não entrega resultados não é um bom líder. O mercado irá expurgá-lo naturalmente.

Vou dar uma pausa rápida aqui para te fazer uma pergunta:

Você acha que estou saindo em defesa dos chefes ruins aqui?

Posso garantir que não. 

Acredito piamente que o chefe antes de ser promovido, deveria passar por um monte de treinamento e experiências para aprender a delegar, empoderar, direcionar, iluminar, encantar e desenvolver pessoas antes de assumir a posição.

No entanto, não é assim que acontece na maioria das empresas. Infelizmente.

No artigo abaixo ☟☟☟ falei sobre o fato de que pessoas abandonam pessoas e não empresas. Se quer ser um bom líder não deixe de ler.

Por que bons funcionários deixam boas empresas

Mas o papo aqui não é com o chefe. É com você que não é reconhecido, não tem a confiança e não consegue se entender com seu chefe quebrando as barreiras existentes.

TRÊS DICAS PARA CONVERTER SEU CHEFE EM PARCEIRO

Ele não pode e não quer ser seu inimigo. Seu chefe precisa de você, caso contrário você não teria um chefe nesse momento. No entanto, você (sozinho) precisa mais do seu chefe do que ele de você.

A maioria das pessoas que converso e que se mostram chateadas com seus chefes demonstram carência quando dizem — ele não ta nem ai pra mim. Ou ciúmes quando externam — ele só dá atenção pra quem puxa o saco. Ou então coitadismo/vitimismo quando afirmam — aqui nessa empresa tem que ter um padrinho pra indicar.

Não estou dizendo que suas percepções estão erradas, o que está errado é seu ponto de vista. Você escolheu os óculos errados para enxergar. Está olhando o copo meio vazio, tente vê-lo meio cheio (clichê não é?! Não resisti:)).

Carência, ciúme e Coitadismo/vitimismo devem dar lugar a autoconfiança, inteligência relacional e protagonismo, pois no Business não tem lugar para mimimi, não tem romantismo, no fim do dia tem que entregar o resultado e, seu chefe, fará isso com as pessoas que ele confia e acredita.

Você será uma dessas pessoas?

Não?

Abandone a leitura agora mesmo. Ela não te interessa mais.

Sim?

Pra você que escolheu conquistar a confiança do seu chefe tenho três dicas para que alcance esse feito:

Dica #1: Faça sempre uma social com seu chefe

Mas só se esse for um estilo natural seu. Se não é um cara muito amigável do tipo que não interage com mais ninguém nos moldes de tomar café, de fazer perguntas sobre a vida pessoal, de ir a Happy Hour e talls. Se fizer com o chefe vai soar muito artificial.

O que não quer dizer que não deveria ser assim viu. Vale sinalizar que se não sabe como se relacionar nos bastidores, está na hora de aprender, e urgente.

Essa social é importantíssima para quebra de barreira e aquisição de confiança. É neste momento que as pessoas criam empatia e conhecem o humano por trás do funcionário.

Vá ao Happy Hour sempre que possível, nunca almoce sozinho, tome cafés e bata papos rápidos de corredores, e, principalmente com seu chefe. Isso fará bem para sua carreira.

Dica #2: Seja o dono de sua carreira

Existe um grande equívoco por boa parte dos profissionais. Esses acreditam que sua carreira, desenvolvimento pessoal, especialização, promoção, aumento salarial e regalias dependem do seu chefe.

Minha resposta pra você é sim e não.

Sim, por que a última palavra acaba sendo dele. Se seu líder direto não legislar a sua causa, nada acontece.

E não, por que o responsável direto por sua carreira é você. Nenhum chefe terá força de barrar o desenvolvimento de alguém que é dedicado, autoconfiante, trabalhador, inteligente, sagaz, bom de relacionamento, protagonista.

Se quiser ser bem sucedido na carreira e na vida (permita-me usar uma gíria comum nos dias atuais): corra com seu chefe  Seja parceiro dele, se possível; seja amigo.

Mas acima de tudo: Seja dono de sua carreira.

Dica #3: Seja inteligente e ignore as críticas

Uma carreira bem sucedida exige mais que Trabalhar muito, entregar resultados, ser o melhor no que faz; o primeiro a chegar e o último a sair ou aquele que entrega as demandas mais rápidas.

Inteligência emocional e relacional são tão ou mais importantes que conhecimento técnico. E está dentro destas inteligências a tratativa com seu chefe direto.

Mas aí não vão me chamar de puxa saco?

Talvez.

Mas Aristóteles já disse que:

“Há apenas uma maneira de evitar críticas: não faça nada, não diga nada, e não seja nada”.

Dá pra ser parceiro do seu chefe sem ter que puxar saco — seja apenas inteligente e estratégico.

Só não garanto que não será odiado pelos medíocres. Mas e daí, afinal de contas, são medíocres não é!

Medíocres: aqueles que estão na média saca? Que só fazem o que mandam e vivem reclamando de tudo e de todos. Gente ácida e de mal com a vida. Livre-se deles.

***

Por traz da casca de chefe existe um ser humano assim como você, portanto, tenha empatia, e, da próxima vez que o vir — convide-o para um café, pergunte sobre sua família e seu fim de semana, descubra se ele precisa de alguma ajuda.

Essa não é atitude de puxa saco, mas de ser humano. Faça e veja que isso fará bem para seu chefe, sua carreira e para a empresa em que trabalha.

Até a próxima!

Achiles Rodrigues

Written by: Achiles Rodrigues